Sabe por que seus pés merecem esse cuidado? Porque são eles que sustentam seu corpo na busca dos seus sonhos. Já parou para pensar como você cuida deles?

Uma palmilha ortopédica não serve apenas para quem precisa, no sentido de já haver uma prescrição médica – por problema de postura ou correção de pisada, por exemplo, mas para todo aquele que aprecia cuidar da própria saúde e crê que prevenir é melhor do que remediar. Principalmente no caso de doenças, quando nem sempre é possível reverter o quadro, um simples acessório como uma palmilha especial pode fazer muito por seus pés e pela sua lombar.

Quais os benefícios da Palmilha em seu sapato?

Palmilhas são acessórios usados em sapatos de vários tipos e modelos e servem para regular o sistema tônico postural. Elas são recomendadas para promover uma espécie de reprogramação do sistema, realizando correções ou apenas proporcionando conforto. As palmilhas têm como função reduzir e até eliminar qualquer tipo de potencial patológico na região dos pés, principalmente. Há vários tipos delas:

  • Palmilhas ortopédicas,
  • Palmilhas magnéticas,
  • Palmilhas de couro,
  • Palmilhas posturais,
  • Palmilhas para o inverno.

Também podem ser chamadas de palmilhas biomecânicas ou proprioceptivas termo moldadas. Normalmente, o material usado é termo moldável de EVA, entre outros.

O que são Palmilhas Ortopédicas?

Palmilhas Ortopédicas cuidam do conforto dos pés, podendo ser usadas facilmente nos sapatos do dia a dia. Dependendo do tipo de palmilha, ela pode conter relevos que são colocados em pontos específicos, podendo: 

  • Posicionar melhor o calcâneo (o maior osso do pé humano), 
  • Dar apoio ao arco medial, 
  • Corrigir pronação ou supinação, 
  • Estimular ou inibir músculos, promovendo melhor rotação do tronco.

O mais importante de tudo é verificar a numeração correta das palmilhas. Depois, basta colocar as palmilhas dentro dos sapatos. Tanto a colocação como a remoção é muito fácil.

Quando as palmilhas ortopédicas são indicadas?

O uso de palmilhas ortopédicas são indicados para a correção de problemas de postura, como desequilíbrios ou pisadas incorretas, além de dores nas pernas, dores nas costas e dores nos pés.

Palmilhas Ortopédica ajudam a tratar:

  • Hérnia de disco, 
  • Escoliose, 
  • Lordose,
  • Cifoses, 
  • Joanete, 
  • Tendinite, 
  • Pé cavo,
  • Esporão.

No dia a dia, palmilhas ortopédicas ajudam em:

  • Melhorar a circulação do sangue;
  • Tirar a tensão dos músculos;
  • Aliviar dores e tensões.
  • Amortecer impactos nas articulações.

Palmilha Ortopédica são fabricadas por profissionais de fisioterapia ou técnicos de ortopedia. As palmilhas são feitad de acordo com as características específicas de cada pessoa, por isso é importante passar por avaliações médicas.

Estudos comprovam que o uso de palmilhas especiais fazem uma adequada redistribuição da pressão plantar, reduzindo a média do pico de pressão nos pés. Usá-las diariamente alivia sintomas de dores e desconfortos. Em portadores de reumatoides, por exemplo, os índices de dor e limitação são bastante reduzidos.

O que considerar ao comprar Palmilhas Ortopédicas?

Se você sofre com dores nas regiões que citamos anteriormente, o primeiro passo é consultar um médico ortopedista a fim de realizar todos os testes e exames. Uma avaliação completa é imprescindível antes de comprar palmilhas ortopédicas para o seu tênis ou sapato.

Caso deseje apenas prevenir desconfortos, leve em consideração outros aspectos, tais como: tipos de material e finalidades específicas, como palmilha para o frio, que é feita de material térmico, sendo excelente para quem sente muito frio nos pés ou mora em regiões de muito baixa temperatura durante o inverno.

Entre os detalhes a serem observados antes da compra de uma palmilha ortopédica estão:

  • Prefira modelos de base larga,
  • Verifique a finalidade do produto, uma vez que há diversos modelos,
  • Confirme com o médico se a base deve ser de resina; mais ou menos espessa; mais ou menos macia.

Onde comprar palmilhas ortopédicas

Na Sandro Moscoloni você encontra os melhores pares de palmilhas ortopédicas, palmilhas magnéticas, palmilhas de couro, palmilha para o inverno, e tudo o mais para garantir o conforto de seus pés, durante o dia inteiro de atividades. Você descobrirá o quanto pode ir mais longe, cuidando bem de sua saúde!

Palmilhas Magnéticas

As palmilhas magnéticas contém magnetos que previnem e aliviam o estresse, cansaço, dores nas pernas, ao mesmo tempo em que atuam no relaxamento dos pés. É excelente para quem permanece por muito tempo em pé. Os magnetos:

  • Ativam a circulação;
  • Relaxam os músculos;
  • Aliviam dores e tensões.

Como funciona a estrutura dos pés?

O corpo humano é bastante complexo, consistindo em um sistema de ligamentos articulados – tanto em equilíbrio estático quanto dinâmico. Nas articulações atuam forças que, às vezes, podem provocar deslocamentos. Os pés são formados por músculos, articulações e pele e é dividido em três partes:

● Retropé: formado por dois ossos, calcâneo e tálus, e um fica em cima do outro;

● Mediopé: formado por cinco ossos (osso do tarso e estruturas ósseas: navicular, cubóide, 1º, 2º, 3º cuneiformes);

● Antepé: formado por metatarsos e falanges.

Os ossos do pé estão unidos por estruturas de ligamentos que são reforçadas por tendões musculares; que, por sua vez, formam a composição flexível dessa região. Digamos que, essa parte do corpo, funcione como duas molas curvas, que atuam lado a lado. Chamados de arcos longitudinais, é essa parte que garante que o peso do corpo seja distribuído no solo de maneira uniforme. O meio do pé é a parte que menos toca o chão, por ser levemente elevada.

Saiba como medir seus pés

Qual é a importância dos músculos dos pés?

São os músculos os responsáveis pelo movimento das articulações. A maioria deles fica presa aos ossos e cruza as articulações, assim como os tendões. Alguns dos músculos responsáveis pelos movimentos do tornozelo e das articulações dos pés são:

  • Gastrocnêmio,
  • Plantar,
  • Sóleo,
  • Flexor longo do hálux,
  • Flexor longo dos dedos,
  • Tibial posterior
  • Tibial anterior, entre outros.

As cadeias musculares, que guardam os músculos conectados pelas fáscias e aponeuroses, transmitem forças e tensões pelo corpo e, quando acontece alguma alteração no sistema locomotor, outras áreas compensam, como a cintura escapular, a cintura pélvica e a coluna. Por isso que, muitas vezes, é difícil de acreditar que uma dor lombar pode ser sintoma de uma pisada incorreta, por exemplo.

Estudos de como caminhamos

Os primeiros estudos de que se tem registro a respeito do centro de gravidade do corpo humano começaram em 1682, na Itália. O relato é sobre o equilíbrio durante uma caminhada. Em 1836, foi realizada a primeira descrição do ciclo da marcha, com a medição exata do tempo de uma caminhada e como se dá o movimento das pernas durante as passadas. Desde então, essa região do corpo nunca deixou de ser estudada e hoje conta com a mais alta tecnologia não só para exames como para a confecção de sapatos.

Qual é a importância do alongamento para a saúde dos pés?

Para a saúde do corpo inteiro o alongamento diário é muito importante. Na verdade, o ideal é a prática de atividade física, mas caso você não tenha esse hábito, pelo menos o alongamento deve ser realizado, no começo e no fim do dia. 

Com o corpo flexível, adaptações são mais fáceis de ocorrer quando algo sai do padrão. Logo, sintomas aparecerão com menos facilidade. O contrário também é verdade, com uma vida sedentária, a rigidez do corpo é inevitável e assim surge a possibilidade de haver contraturas musculares e aponeuroses mais curtas (membrana que prende os músculos aos ossos). 

É fato: no sedentarismo, dores surgem com mais frequência. E se acostumar às dores significa adaptar o corpo a elas, mas, inevitavelmente, chegará um tempo em que isso não ocorrerá com tanta facilidade. O corpo humano faz, naturalmente, todo o esforço possível para restabelecer o equilíbrio, mas isso não deve se tornar um hábito. O excesso leva ao risco de gerar não apenas cansaço crônico, como lombalgias, cervicalgias e lesões musculoesqueléticas.

Como massagear os pés?

Por fim, temos dicas para uma deliciosa auto massagem. Depois de um longo dia de trabalho, você também pode ter um gesto de carinho com o seu corpo. Com certeza, uma breve massagem promoverá bem-estar, porque estimula a circulação sanguínea, aliviando também as pernas e a lombar.

8 passos de como massagear os pés

1° – Tome um copo de água para hidratar e ativar o sistema linfático,

2° -Use óleos essenciais para facilitar os movimentos, de preferência de ervas como alecrim, eucalipto ou erva cidreira,

3° -Massageie primeiro as dobras entre os dedos,

4° -Pressione a planta do pé, segurando alguns segundos,

5° -Faça movimentos circulares no dorso do pé,

6° -Deslize os polegares para cima e para baixo,

7° -Tente descobrir os pontos mais sensíveis e permaneça mais tempo neles. 

8° -Ao final, deixe as pernas elevadas por alguns minutos.

Com esses pequenos cuidados, você garantirá a saúde dessa parte tão importante do seu corpo. E conte com a Sandro Moscoloni quando o assunto for palmilhas e sapatos masculinos. Queremos que você vá longe!