Barba: Dicas práticas para os barbados!

0 Comments

As barbas volumosas não são mais vistas como modo de descuido da parte de um homem, digo, um homem que sabe cuidar da sua consegue passar a imagem de elegância e vaidade sem nenhuma dificuldade.

Símbolo de virilidade e em algum tempo da história, também status, a barba da atualidade já pode ser considerada um acessório, fazendo parte de um conjunto de ações tendenciosas em capa de revista, desfiles e etc.

Deixar a barba crescer é algo que podemos chamar de “cada um por si”, para cada tipo de homem, um organismo e assim um processo naturalmente diferente, demorado ou não para uma boa barba.

Não! A barba grande não é nenhum bicho de sete cabeças, assim como o cabelo, ela precisa ser bem cuidada. Para o frio ela cai muitíssimo bem, tanto é que nessa época do ano o número de homens barbados aumenta, graças à proteção que ela oferece contra os ventos gelados. Há muito tempo o assunto barba vem se tornando pauta frequente entre a maior parte dos homens. Até as mulheres resolveram se manifestar apoiando essa “nova” onda de barbudos. Se você que está a fim de ter uma bela barba pensa que é apenas deixa-la crescer e depois a natureza faz o resto, está completamente enganado.

A “tal” precisa de toda a sua atenção, desde a lavagem até na hora de apará-la. Em situações de maus cuidados, ela acaba se tornando sua inimiga, sem a higiene correta deixa a sua pele oleosa e consequentemente as suas inimigas da adolescência voltam a dar as caras: as espinhas. Além de tudo pode também causar descamação da pele.

Tipos de Barba


As barbas volumosas não são mais vistas como modo de descuido da parte de um homem, digo, um homem que sabe cuidar da sua consegue passar a imagem de elegância e vaidade sem nenhuma dificuldade.

Símbolo de virilidade e em algum tempo da história, também status, a barba da atualidade já pode ser considerada um acessório, fazendo parte de um conjunto de ações tendenciosas em capa de revista, desfiles e etc.

Deixar a barba crescer é algo que podemos chamar de “cada um por si”, para cada tipo de homem, um organismo e assim um processo naturalmente diferente, demorado ou não para uma boa barba.

Tipos de Barba

Não! A barba grande não é nenhum bicho de sete cabeças, assim como o cabelo, ela precisa ser bemcuidada. Para o frio ela cai muitíssimo bem, tanto é que nessa época do ano o número de homens barbados aumenta, graças à proteção que ela oferece contra os ventos gelados.



O crescimento considerado bom para um barbudo que se preze é o de 4 semanas, onde a aparação já faz parte da rotina dos cuidados. Mas aqui vai algumas dicas começar para uma boa e saudável barba:

1- Quando os pelos voltam a crescer eles “pinicam” como se nunca houvesse o amanhã, isso é normal, o rosto precisa se acostumar com o crescimento, então NÃO COCE! Ao coçar, a pele poderá ficar irritada e isso pode provocar feridas e nos casos mais graves infeccionar. Para ajudar lave o rosto com água fria.

2- A higienização da barba e do rosto em geral deve ser considerada obrigatória. NÃO USE sabonetes convencionais, eles acabam deixando tanto a pele quanto os pelos secos, opte por shampoo e até condicionador. Faça esfoliação, ela ajuda na desobstrução dos poros e ajuda a manter o corte. ATENÇÃO: usar sempre produtos próprios para cada tipo de pele.

3- Caso não consiga dominar a sua barba procure por um bom barbeiro, e depois em casa, conforme ela for crescendo, você só terá que manter no mesmo formato cortado pelo profissional.

4- Quatro semanas é o ideal para uma boa barba volumosa. No caso da preferência por pouca barba, os cuidados são os mesmos, porém cuidado com o comprimento dos fios, eles podem expor as falhas, e com os de fios mais baixos (os ralos) poderão te deixar com a cara “suja”.

5 – E para finalizar: escolha um aparador de qualidade para a sua barba, gastar um pouco mais em um bom modelo não faz mal a ninguém. É ele que vai garantir o contorno e o formato da sua sem grandes problemas.
 

Tipos de Barba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *